ExpressVPN rejeita lei de retenção de dados e remove servidores VPN na Índia

Indian flat with an eye on it on the cover of a file folder.

Com uma recente lei sobre dados introduzida na Índia, exigindo que todos os provedores de VPN armazenem informações do usuário por pelo menos cinco anos, a ExpressVPN decidiu remover seus servidores VPN baseados no país. 

Mas você pode ficar tranquilo, nossos usuários ainda poderão se conectar a servidores VPN que fornecerão endereços IP indianos e permitirão que eles acessem a Internet como se estivessem localizados na Índia. Esses servidores “virtuais” da Índia estarão fisicamente localizados em Singapura e no Reino Unido.

Em termos de experiência do usuário, há uma diferença mínima. Para quem deseja se conectar a um servidor indiano, basta selecionar a localização de servidor VPN “Índia (via Singapura)” ou “Índia (via Reino Unido)”.

As localizações de servidor virtuais não são novidade para a ExpressVPN; na verdade, temos operado nossa localização de servidor “Índia (via Reino Unido)” há vários anos. Com localizações virtuais, o endereço IP registrado corresponde ao país ao qual você escolheu se conectar, enquanto o servidor está localizado fisicamente em outro país. Localizações virtuais são usadas, quando necessário, para fornecer conexões mais rápidas e confiáveis.

Quanto aos usuários da Internet baseados na Índia, eles podem usar a ExpressVPN com a certeza de que seu tráfego online não está sendo registrado ou armazenado e que não estão sendo monitorados pelo governo.

Defendemos sua privacidade, na Índia e no mundo

À medida que as leis de retenção de dados dos países mudam, frequentemente ajustamos nossa infraestrutura para proteger melhor a privacidade e a segurança dos nossos usuários. Neste caso, isso nos levou a encerrar as operações na Índia.

Sob a nova regra sobre VPNs da Índia, que deve entrar em vigor em 27 de junho de 2022, as empresas serão obrigadas a armazenar os nomes reais dos usuários, endereços IP atribuídos a eles, padrões de uso e outros dados de identificação.

A nova lei de dados elaborada pela Computer Emergency Response Team (CERT-In) da Índia, destinada a ajudar a combater o crime cibernético, é incompatível com o propósito das VPNs, projetadas para garantir a privacidade das atividades online dos usuários. 

A lei também é exagerada e tão ampla que abre a porta para possíveis abusos. Acreditamos que os danos causados pelo potencial uso indevido desse tipo de lei superam em muito qualquer benefício que os legisladores alegam que viriam dela. 

A ExpressVPN se recusa a participar das tentativas do governo indiano de limitar a liberdade na Internet. Como uma empresa focada em proteger a privacidade e a liberdade de expressão online, continuaremos lutando para manter os usuários conectados à Internet aberta e livre com privacidade e segurança, onde quer que estejam.

Nunca coletaremos registros de atividade do usuário, inclusive registro de histórico de navegação, destino de tráfego, conteúdo de dados ou consultas de DNS. Também nunca armazenamos registros de conexão, o que significa que não há registros de endereços IP pessoais e/ou de VPN de saída, carimbos de data e hora de conexão ou durações de sessão. 

Basicamente, não armazenamos nem coletamos dados que possam identificar um indivíduo e sua atividade online. Descrevemos isso em nossa Política de Privacidade altamente detalhada e transparente.

Além de adotarmos uma política de não permitir o registro de dados, também projetamos nossos servidores VPN para que não consigam realizar esse registro, pois eles são executados usando a memória RAM. É improvável que os centros de processamento de dados consigam adequar essa política e nossa arquitetura de servidor às novas normas e, por isso, operaremos sem servidores físicos na Índia 

Phone protected by ExpressVPN.
Proteja sua privacidade e segurança online

30 dias de garantia de reembolso

A phone with a padlock.
We take your privacy seriously. Try ExpressVPN risk-free.
What is a VPN?
ExpressVPN is dedicated to your online security and privacy. Posts from this account will focus on company news or significant privacy and security stories.