Pesquisa: O medo da vigilância no trabalho dentro do metaverso

Uma pesquisa recente da ExpressVPN explora as opiniões de funcionários e empregadores sobre trabalhar no metaverso. Os resultados revelam divisões entre trabalhadores, empresas e gerações.
Metaverse headset in a cubicle.

Trabalhar em casa tornou-se comum nos últimos dois anos, o que levou a rápidos avanços na tecnologia que oferece suporte à colaboração remota, como videoconferência, aplicativos de mensagens para negócios e serviços de VPN. As empresas agora estão explorando os benefícios dos ambientes de trabalho virtuais, ou locais de trabalho no metaverso. 

O conceito de local de trabalho no metaverso não é mais considerado um futuro distante, mas uma mudança inevitável que pode ajudar a mitigar alguns dos desafios que o trabalho remoto trouxe à tona, principalmente quando se trata de cultura e colaboração no local de trabalho. 

No entanto, apesar de todos os aspectos positivos oferecidos por um local de trabalho no metaverso, esse ambiente de trabalho virtual pode intensificar alguns dos lados negativos do trabalho remoto. Os empregadores terão que ter cuidado ao introduzir um ambiente de trabalho no metaverso para seus funcionários, que podem resistir a se adaptar a uma nova plataforma. 

Há também implicações para a privacidade dos funcionários relacionada à tendência do trabalho em casa.

Para entender melhor as expectativas e sentimentos sobre um potencial local de trabalho no metaverso, a ExpressVPN entrevistou 1.500 funcionários e 1.500 empregadores nos Estados Unidos. Juntos, esse grupo oferece um vislumbre de como empresas e funcionários se veem trabalhando no metaverso.

Ir para…
Principais resultados
Mudança do trabalho remoto para os locais de trabalho virtuais
Otimismo do empregador vs. pessimismo do funcionário
No metaverso, seu empregador está em toda a parte
Grandes empresas podem enfrentar uma maior resistência
A Geração Z tem maior probabilidade de adotar o metaverso como local de trabalho
Qual gigante da tecnologia é a mais confiável para liderar a revolução do metaverso no local de trabalho?
Conclusão

Principais resultados

  • Familiaridade com o metaverso: 69% dos empregadores dizem que estão muito familiarizados com o metaverso, em comparação com apenas 42% dos funcionários. (Ir para esta seção.)
  • Quem está interessado? 77% dos empregadores manifestaram interesse em ambientes de trabalho imersivos como o metaverso, em comparação com apenas 57% dos funcionários. (Ir para esta seção.)
  • Coleta de dados: 63% dos funcionários estão preocupados com o fato de seu empregador coletar seus dados no metaverso. (Ir para esta seção.)
  • O tamanho da empresa importa: Funcionários de empresas maiores (mais de 500 colaboradores) e a força de trabalho mais estável (Millennials, Geração X, Boomers) expressam maior preocupação com a vigilância do empregador e a privacidade online no metaverso. (Ir para esta seção.)
  • Principais preocupações com a vigilância: As principais preocupações dos funcionários relacionadas à vigilância no local de trabalho são o rastreamento de sua localização em tempo real (51%) e o monitoramento de tela em tempo real (50%). (Ir para esta seção.)
  • Gigante de tecnologia mais confiável: 61% dos trabalhadores confiam na Microsoft quando falamos de suas preocupações em relação a um local de trabalho no metaverso, sendo a Meta a empresa menos confiável (36%). (Ir para esta seção.)

Mudança do trabalho remoto para locais de trabalho virtuais

Em 2022, a maioria dos americanos trabalha remotamente ou em um arranjo híbrido (no escritório e remoto). Comparado com uma pesquisa anterior (em inglês), esse número diminuiu, mas apenas 40% da força de trabalho atualmente relata trabalhar exclusivamente em um ambiente de escritório. Além disso, muitos empregadores pretendem migrar para um ambiente híbrido no futuro, o que significa ainda menos ambientes de trabalho no escritório nos próximos anos.

Com ambientes de trabalho híbridos e remotos, há uma forte dependência da tecnologia para manter os trabalhadores produtivos e conectados aos seus locais de trabalho. Tanto trabalhadores quanto empregadores concordam que os avanços tecnológicos aumentaram a produtividade e promoveram conexões com colegas de trabalho. Funcionários e empregadores também dizem que a videoconferência promove a conexão no local de trabalho mais do que qualquer outra tecnologia.

90%

dos funcionários dizem que os avanços tecnológicos aumentaram a produtividade

88%

dos empregadores dizem que os avanços tecnológicos aumentaram a produtividade

Qual método de comunicação faz você se sentir mais conectado e engajado com seus colegas de trabalho?

Olhando para os avanços tecnológicos futuros, funcionários e empregadores expressaram interesse em experiências de trabalho imersivas, embora houvesse um interesse significativamente maior por parte dos empregadores. Os empregadores também foram quase duas vezes mais propensos a dizer que estavam muito familiarizados com o metaverso em comparação com os funcionários. 

57%

dos funcionários expressaram interesse no trabalho imersivo

77%

dos empregadores expressaram interesse no trabalho imersivo

42%

dos funcionários dizem que estavam muito familiarizados com o metaverso

69%

dos empregadores  dizem que estavam muito familiarizados com o metaverso

 

 

Empregadores otimistas, funcionários pessimistas

Os empregadores são muito mais propensos a expressar entusiasmo, curiosidade e otimismo quando se trata da perspectiva de um local de trabalho metaverso, enquanto os funcionários tendem a mostrar ansiedade e desconfiança.

Como você se sente sobre o metaverso?

Essa diferença de entusiasmo também pode ser observada quando funcionários e empregadores foram questionados sobre os impactos positivos do metaverso no ambiente de trabalho. Tanto os funcionários quanto os empregadores foram mais propensos a dizer que o metaverso teria um impacto positivo na criatividade, mas, novamente, os empregadores parecem mostrar mais entusiasmo do que os funcionários quando falamos dos impactos positivos.

Em quais das seguintes áreas você acha que o metaverso terá um impacto positivo?

Refletindo o desejo crescente de eliminar o deslocamento até o local de trabalho, os funcionários dizem que trabalhar mais em casa seria a maior vantagem do trabalho no metaverso.

Por que você está interessado em trabalhar no metaverso?

% dos funcionários pesquisados que escolheram cada resposta como motivo

No local de trabalho no metaverso, seu empregador está em toda a parte

O software de monitoramento de funcionários se tornou uma maneira popular de os empregadores ficarem de olho em seus funcionários durante o aumento do trabalho em casa, e o metaverso só aumentará o potencial das atividades de vigilância.

55%

dos funcionários dizem que são vigiados em seu trabalho atual

73%

dos empregadores admitem vigiar seus empregados

63%

dos funcionários estão preocupados com o fato de seu empregador coletar seus dados no metaverso

61%

dos empregadores estão preocupados em serem monitorados pelo empregador no metaverso

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As principais preocupações dos funcionários relacionadas à vigilância no local de trabalho são o rastreamento de sua localização em tempo real e o monitoramento de tela em tempo real. É mais provável que os empregadores estejam interessados em gravar reuniões no local de trabalho no metaverso, rastrear o tempo e, de acordo com os temores dos funcionários, rastrear a localização em tempo real e o monitoramento da tela.

Vigilância online no local de trabalho

Grandes empresas podem enfrentar uma maior resistência dos funcionários na migração para o metaverso

Diferenças significativas entre grandes, médias e pequenas empresas podem resultar em um moral mais elevado da força de trabalho das empresas de pequeno e médio porte ao fazer a transição para o metaverso.

Empregadores de empresas com mais de 500 funcionários estão mais interessados em um ambiente de trabalho imersivo, em comparação com empresas de até 500 funcionários. Funcionários de grandes empresas, por outro lado, são menos propensos a dizer que estariam interessados em trabalhar no metaverso.

Interesse dos funcionários em ambientes de trabalho imersivos

Interesse dos empregadores em ambientes de trabalho imersivos

Os funcionários de empresas maiores podem ter boas razões para se preocupar, pois as empresas com mais de 500 funcionários têm maior probabilidade de dizer que atualmente vigiam seus funcionários e que farão isso no metaverso. Infelizmente, os funcionários que trabalham nessas empresas também estão mais preocupados com a segurança digital e a vigilância dos funcionários.

Perguntamos aos empregadores: atualmente vocês vigiam seus funcionários?

Perguntamos aos funcionários: Quais são suas preocupações em relação ao metaverso?

A Geração Z tem maior probabilidade de adotar o metaverso como local de trabalho

As empresas podem recrutar a Geração Z, a geração mais jovem da força de trabalho, para ajudar a convencer os funcionários sobre as vantagens do metaverso. Esta geração é a mais disposta a entrar em um ambiente de trabalho no metaverso, dizendo que está curiosa, animada e otimista com essa possibilidade. Os entrevistados da Geração Z também têm maior probabilidade de dizer que o metaverso terá um impacto positivo no desempenho e na produtividade do trabalho.

Como as diferentes gerações se sentem sobre o metaverso?

Como diferentes gerações pensam que o metaverso impactará positivamente o trabalho?

A Geração Z também era menos propensa a se preocupar com vigilância do empregador, privacidade digital e segurança no metaverso.

Quais das seguintes preocupações, se houver, você tem sobre trabalhar no Metaverso?

Já os Baby Boomers são mais propensos a considerar a colaboração mais fácil com colegas de trabalho e a flexibilidade do trabalho em casa como as áreas que os interessam sobre o metaverso. 

O que lhe interessa sobre trabalhar no metaverso?

Os espaços virtuais podem ser muito úteis para pessoas com problemas de mobilidade. Talvez seja por isso que um em cada três Baby Boomers disse que seu interesse no metaverso está ligado à remoção de barreiras ao emprego devido a deficiências e/ou limitações físicas.

Quanto ao momento em que os trabalhadores acreditam que estarão trabalhando em um ambiente metaverso, a Geração Z apresenta maior probabilidade de imaginar isso ocorrendo nos próximos dois anos, já as gerações mais velhas esperam que isso aconteça mais tarde.

Quando você imagina que trabalhará em um ambiente metaverso?

Qual gigante da tecnologia é a mais confiável para liderar a revolução do metaverso no local de trabalho?

Com vários anos de notícias negativas na imprensa, a Meta (anteriormente Facebook) talvez não consiga ter uma posição tão forte no futuro dos ambientes de trabalho virtuais e imersivos. Apesar do nome, a Meta é a empresa menos confiável quando falamos do local de trabalho do metaverso, em comparação com outros grandes players. 

Ainda há um desconhecimento quanto às empresas que são pioneiras em ambientes e locais de trabalho virtuais: 60% dos trabalhadores dizem que não estão familiarizados com o Magic Leap e 42% disseram o mesmo sobre a Nvidia. Isso indica a necessidade de mais divulgação e treinamento por parte das empresas que lideram a mudança para o local de trabalho do metaverso.

Conclusão

Os empregadores precisam prestar muita atenção em como as atividades de vigilância em locais de trabalho virtuais podem afetar a adoção do metaverso, bem como o moral, a retenção e o recrutamento. 

Embora o monitoramento de funcionários possa proporcionar tranquilidade aos empregadores que supervisionam uma força de trabalho remota, a realidade é que a vigilância dos funcionários pode ser prejudicial quando ela afeta sua disposição de adotar um local de trabalho no metaverso. O moral também pode cair devido à desconfiança dos empregadores. 

Além disso, muitos funcionários levarão em conta a vigilância quando decidirem se vão trabalhar em uma determinada empresa. Um local de trabalho no metaverso pode colocar os empregadores em desvantagem na retenção e contratação no mercado de trabalho competitivo de hoje. 

“Dada a relutância de muitos colaboradores em aceitar mais vigilância no local de trabalho, os empregadores devem ter cuidado ao planejar a implementação de mais atividades de monitoramento em espaços de trabalho virtuais e considerar se valem a pena a potencial perda de confiança e satisfação entre seus funcionários”, diz Harold Li, vice-presidente da ExpressVPN. 

Os empregadores que procuram preparar seus funcionários para um local de trabalho no metaverso devem pensar em fornecer mais treinamento e informações sobre seus benefícios, apresentar casos de uso e esclarecer as possíveis implicações sobre a vida profissional.

Os funcionários mostram-se interessados no metaverso e estão curiosos sobre os benefícios potenciais que ele oferece para o trabalho remoto, mas, nesse momento, as desvantagens percebidas parecem superar as vantagens. Entre os funcionários, ainda há muito a aprender sobre os possíveis benefícios e como eles se comparam às suas apreensões. 

Para gerar mais entusiasmo com a nova tecnologia, os empregadores devem informar aos funcionários como empresas como Microsoft, Google, Nvidia e outras estão adotando experiências de trabalho virtuais e como seria um dia em um futuro ambiente de trabalho no metaverso. 

Além disso, é importante que os empregadores sejam transparentes sobre como essas ferramentas são usadas no monitoramento da atividade online. “Além das preocupações com a vigilância, há uma obrigação moral dos empregadores de informar os membros de sua equipe sobre o que está sendo rastreado e monitorado”, diz Li. “Muitos empregadores cometem erros adicionais ao não divulgar essas informações aos funcionários, o que inevitavelmente levará ao descontentamento entre os colaboradores, caso descubram mais tarde.”

O histórico de vigilância e a perda de confiança no passado desempenharão um papel significativo na adoção do metaverso.

Empresas como a Meta (anteriormente Facebook) têm um longo caminho a percorrer para recuperar a confiança, o que inevitavelmente pesará na disposição do consumidor em adotar a nova tecnologia. Infelizmente para a Meta, isso provavelmente a colocará em desvantagem quando comparada a outras empresas pioneiras em ambientes virtuais. 

As maiores empresas também precisam aprimorar a comunicação quando informam seus funcionários sobre os benefícios potenciais do local de trabalho no metaverso, já que os funcionários de empresas maiores são mais cautelosos com suas implicações sobre a privacidade do que os de empresas menores

“É compreensível que as pessoas desconfiem do metaverso, dadas as experiências passadas com a forma como as empresas usam novas tecnologias”, diz Li. “É mais uma razão para que empresas com um histórico complexo tenham cuidado sobre como procedem. Alguns erros podem afetar negativamente a integração de espaços de trabalho virtuais e, em última análise, reduzir seus benefícios.”

Phone protected by ExpressVPN.
Proteja sua privacidade e segurança online

30 dias de garantia de reembolso

A phone with a padlock.
We take your privacy seriously. Try ExpressVPN risk-free.
What is a VPN?
ExpressVPN is dedicated to your online security and privacy. Posts from this account will focus on company news or significant privacy and security stories.